Ago 30

17 Melhores plugins do WordPress para seu blog

By Ana Páscoa | Criar blogs WordPress

Melhores plugins do WordPress

A ideia deste artigo é ajudá-lo, ou melhor, orientá-lo nos melhores plugins do WordPress para integrar no seu blog e garantir um funcionamento adequado. 

WordPress é a palavra do momento. Este é, atualmente, o melhor gerenciador de conteúdo e o mais utilizado por parte de pessoas de todo o mundo.

Este sistema veio facilitar diversas atividades, como a postagem de artigos, a criação de blogs mais profissionais e, até, o uso de outras ferramentas que, antigamente, seriam usadas apenas por programadores.

O uso dessas novas ferramentas tornou-se possível devido aos plugins criados por programadores de todo o mundo. Atualmente, arriscamo-nos a dizer, existe um plugin para cada problema que surge com um blog e seria um desperdício não os usar. Alguns desses são pagos, outros gratuitos, mas todos possíveis de instalar com apenas um clique.

Descubra mais sobre este mundo e saiba quais os melhores plugins WordPress para o seu blog.

Na Kit Criar Blogs, consideramos alguns plugins interessantes e, esses, são totalmente gratuitos. Adicione-os ao seu blog e veja o valor que os mesmos oferecem.

@Melhores plugins WordPress@: descubra o que necessita

Click to Tweet

Melhores plugins WordPress: descubra o que necessita

De modo a melhorar a compreensão dos plugins gratuitos elegidos, os mesmos vão estar separados por categorias.

Lembrando que o facto de os plugins serem gratuitos não implica que não sejam poderosos; aliás, existem muitos plugins gratuitos que são próximos às versões pagas.

Além disso, alguns dos melhores plugins WordPress foram disponibilizados de forma gratuita e, atualmente, são ícones no mercado.

O que são plugins e quais as suas funções

Créditos icons:ICONFINDER

O que são plugins e quais as suas funções?

Os plugins são complementos que podem ser instalados no WordPress e que agregam ou modificam as funcionalidades do sistema. Estas alterações no sistema irão tornar o seu blog único e com funções que irão ser preciosas de acordo com as suas necessidades.

 WordPress.org. Projetos bonitos, poderosos recursos e a liberdade de construir o que quiser. O WordPress é gratuito e de valor inestimável ao mesmo tempo.

Melhores plugins WordPress para segurança/proteção

Akismet: plugin pré-instalado que surge com o WordPress . Este permite controlar o spam nos comentários, algo que será muito útil com o crescimento do blog.

Evitar estes comentários spam também irá dar um aspeto mais profissional ao seu projeto. Para que este plugin seja usado no seu blog, apenas necessita ativá-lo na página de plugins.

Antispam Bee : os comentários spam irão acabar com o uso deste plugin. Este é extremamente eficaz e irá dar um aspeto mais profissional ao seu blog. Uma excelente escolha a nível de plugins anti-spam.

Wordfence: como a segurança é a preocupação número um de qualquer site ou blog, um plugin nessa área será necessário.

O Wordfence é um antivírus preparado para fazer uma análise completa ao seu site, servidor e base de dados, de modo a que a segurança reine no seu projeto.

Este plugin permite, ainda, ver o IP ou a localização da ameaça.

All In One WP Security & Firewall:  este é o plugin certo caso deseje ter uma região no seu site onde tenha acesso a todas as informações de segurança.

Além das informações, o plugin também lhe irá mostrar como resolver essas questões e tornar o seu site seguro para si e para os seus visitantes.

iThemes Security: um dos melhores plugins WordPress em questões de segurança e que impede problemas como o roubo de passwords fracas, ataques por vulnerabilidade de plugins, entre outros.

Uma das melhores escolhas!

Melhores plugins WordPress para desempenho

WP-Optimize: a base de dados é muito importante dentro de um site ou blog, portanto mantê-la saudável é essencial.

Esta tem como função armazenar tudo o que é feito, carregado ou modificado dentro do seu blog; o mau funcionamento da sua base de dados irá resultar em problemas no seu blog.

No entanto, como esta é criada para armazenar tudo, muitas vezes armazena dados desnecessários ou que não são relevantes, algo que pode ser resolvido com este plugin.

O WP-Optimize ocupa-se de limpar e organizar as bases de dados, melhorando a saúde do seu blog.

WP Rocket: tem feito ondas na comunidade WordPress desde a sua criação. Wp Rocket solucionou todas as “brechas” deixadas de lado pelos outros plugins, é de cache pago e tem uma comunidade de suporte significativa.

É fácil de usar e funciona bem o suficiente para novatos e especialistas.

Melhores plugins WordPress para backup

BackWPup: este é o plugin ideal para copiar todo o conteúdo do seu site ou blog, incluindo os conteúdos que se encontrem na pasta wp-content, e salvá-lo numa fonte externa, como a Dropbox.

Este irá criar um ficheiro .zip que irá permitir-lhe, se necessário, fazer um restauro completo com poucos cliques. A Kit Criar Blogs recomenda este plugin!

UpdraftPlus : se quer fazer o backup do seu site de forma rápida e segura, este é o plugin ideal. Este permite-lhe fazer backups em alturas específicas, diretamente para uma fonte externa.

Melhores plugins WordPress para contactos

Contact Form 7: este é ideal para quem deseja criar um formulário ou questionário, mas não tem conhecimentos a nível de programação.

É um dos mais conhecidos no mundo wordpress, mostrando-se seguro e de confiança para com os seus utilizadores. Este permite criar diversos campos personalizados, de modo a adequar-se ao seu caso em específico.

WP Formsé um plugin gratuito que se concentra em dar-lhe um formulário de contato simples e que funciona.

Não há configurações complicadas desnecessárias ou painéis de administração excessivamente confusos. Basta entrar no painel dos formulários e criá-los de forma satisfatória.

Simplicidade é a maior força deste plugin. Ele não tenta fazer muito e oferece apenas os recursos necessários para criar um formulário de contacto útil e bonito para o seu blog WordPress. 

Melhores plugins WordPress para SEO

AddToAny Share Settings: o envio do seu conteúdo para redes sociais como o Facebook ou o Twitter é essencial, pois essa partilha facilitada irá motivar os seus seguidores a partilhar.

Para conseguir implementar esta função no seu blog, basta adicionar este plugin simples e fácil de usar.

WP Social Sharing: se necessita adicionar botões de partilha social para o Facebook, Twitter, LinkedIn, Xing, Reddit, Google+ ou Pinterest, este é o plugin ideal.

Este é simples de usar e oferece as funções necessárias para que os seus leitores partilhem o seu conteúdo, sem complicações.

Easy Social Share Buttons for WordPress: outra opção para quem deseja ter a função de partilha social de forma simples e eficaz.

Yoast SEO: Se se preocupa com o referenciamento do seu blog, este plugin é indispensável. Descarregado mais de 15 milhões de vezes (sim, 15 milhões!), este plugin não permite sozinho de colocar o seu site no top dos resultados do Google (se assim fosse, tudo era demasiado simples), mas tem algumas funções que o poderão ajudar a melhorar o SEO do seu site de forma simples, clara e rápida. Atribuir títulos e meta-descriptions ou ainda optimizar os permalinks vai ser muito mais simples a partir de agora.

Com poucos cliques, terá a nova função incorporada no seu blog. Sem dúvida, uma excelente ferramenta na área.

Como consegue entender, estes plugins são essenciais ao correto funcionamento do seu blog e oferecem novas funções ao mesmo.

Muitos utilizadores WordPress iniciaram-se sem ter conhecimentos básicos de programação, focando-se apenas no uso de plugins – aliás, muitos ainda têm zero conhecimentos na área de programação.

A melhor forma de ter sucesso com o WordPress é ter o conhecimento de quais os melhores plugins para cada problema específico do seu site.

Nesta lista temos apenas os melhores plugins wordpress, na nossa opinião, e que já fizeram a diferença no nosso blog. Experimente, também, e conte-nos os resultados nos comentários!

Conclusão

Existem diversos outros plugins que oferecem novas funções de interesse ao seu blog, mas esses serão comentados nos meus tutoriais gratuitos, disponíveis no blog.

Caso necessite de ajuda no funcionamento de determinado plugin, deixe a dica nos comentários e nós criaremos conteúdo único e explicativo.

Partilhe, ainda, as suas ideias e dúvidas connosco e vamos crescer juntos neste mundo WordPress.

Ago 24

Guia do iniciante para iniciar um blog: 13 dicas para usar

By Ana Páscoa | Criar blogs WordPress

Guia do iniciante para iniciar um blog

Um guia do iniciante para iniciar um blog é uma ferramenta útil, já que muitas pessoas desejam começar a investir no seu projeto digital, mas não sabem por onde começar ou em que tipo de projeto investir.

Essas dúvidas são normais nos primeiros tempos, pois existe um leque de possibilidades para o investimento e, não acertar no projeto certo à primeira, pode ser visto como um insucesso por parte do empreendedor.

No entanto, já dizia o nosso querido Steve Jobs, que “o nosso tempo é limitado, não o desperdice vivendo a vida de outra pessoa”, algo que muitos fazem por verem resultados positivos em outros projetos.

Copiar esses bloggers que estão à sua frente, não lhe irá garantir o sucesso. Esse sim, seria um desperdício do seu tempo. Para que comece algo original que, com determinação e trabalho, lhe irá trazer resultados, fizemos este guia do iniciante para iniciar um blog que deve ser seguido passo-a-passo.

Guia do Iniciante para Iniciar um Blog – o passo-a-passo

Siga os passos desta primeira parte do guia para iniciantes do Kit Criar Blogs e comece, hoje mesmo, a caminhar em direção ao sucesso.

#1.Encontre a sua paixão

O primeiro passo a ser seguido no guia do iniciante para iniciar um blog é encontrar a sua paixão. Ser blogger implica escrever com uma periodicidade constante e, como tal, espera-se que os seus conhecimentos evoluam, de modo a entregar conteúdo cada vez mais relevante e atualizado na área.

Para que consiga manter-se constantemente atualizado, seria útil escolher um tema que seja do seu interesse e sobre o qual não se importe de fazer muitas pesquisas. Lembre-se que terá de escrever uma grande quantidade de artigos na área em questão.

Escolher bem a sua paixão pode aumentar as suas chances de sucesso!

# 2.Encontre o seu objetivo

Qual o objetivo para o seu blog? Porque está a iniciá-lo? O que deseja alcançar? Quem deseja alcançar? Qual o cenário ideal daqui a 6 meses?

Responder às questões acima – e a muitas outras – irá permitir-lhe conhecer o estado geral do seu blog e, consequentemente, saber se está a evoluir em direção ao sucesso. Um dos maiores erros dos bloggers de todo o mundo é o não definir objetivos. Essa falta de definição irá promover a escrita de artigos apenas para criar conteúdo e, eventualmente, levará à desistência do profissional.

# 3.Encontre o seu nicho

Sabendo qual a sua paixão, escolher um nicho mais direcionado é uma tarefa fácil. Por exemplo, se tiver interesse na área da tecnologia, pode oferecer soluções na criação de blogs. Esse seria um tema muito mais focado e que lhe iria permitir ter uma estratégia mais direcionada.

Escolher o seu nicho específico é um dos principais objetivos deste guia do iniciante para iniciar um blog.

# 4.Resolva um problema

Escrever conteúdo sem objetivo é como ir às compras sem uma lista. O mais certo é que comece a escrever sobre todos os temas que se lembrar, sendo que cada um vai apontar para um sítio diferente. No final, o seu público não saberá qual a conclusão a ser retirada.

Tornar-se autoridade no mercado é importante, mas, para conseguir alcançar esse posto, deve saber qual o problema que pretende resolver. Conhecendo o problema, pode criar diversos conteúdos úteis, levando a que o leitor volte ao seu blog.

# 5.Defina os leitores ideais

Em um blog, o tráfego é importante. Quanto mais leitores tiver, maior a probabilidade da publicidade do adsense oferecer resultados. No entanto, este é um tremendo erro.

Não é possível agradar todos os visitantes do seu blog. Fazê-lo irá provocar conteúdo muito diversificado e, consequentemente, o leitor lê o artigo que lhe interessa e nunca mais volta. Por outro lado, se definir um leitor ideal e escrever para o mesmo, todos os conteúdos serão indicados e o retorno estará garantido.

Não tente alcançar toda a população mundial, isso será caminhar para o insucesso.

Segmento de mercado definição​​​​

 "Segmento de mercado: Um grupo identificável de indivíduos, famílias, empresas ou organizações, compartilhando uma ou mais características ou necessidades em um mercado homogêneo. Os segmentos de mercado geralmente respondem de maneira previsível a uma oferta de marketing ou promoção."
 fonte:http://www.businessdictionary.com

# 6.Forneça uma leitura facilitada

O guia do iniciante para iniciar um blog apoia as leituras facilitadas, devido à praticabilidade para leitores e às consequências positivas em termos de SEO. Portanto, escreva um artigo que vá direto ao assunto, que seja quebrado com sub-títulos e que não possua demasiadas distrações – como demasiados links.

Facilite a leitura do seu artigo e veja os resultados na percentagem de retorno.

#7.Adicionar valor

Num mundo lotado de bloggers, torna-se essencial destacar-se. Uma das formas de conseguir esse destaque é adicionando valor ao seu projeto. Para tal, faça conteúdo que, realmente, resolva as questões do público-alvo e que ofereça o conhecimento que estes necessitam.

Uma dica valiosa é entregar sempre mais do que o seu leitor está à espera. Por exemplo, se ele espera um artigo com 10 dicas, dê 12 dicas. Mas 12 dicas que realmente façam sentido e que entreguem valor ao seu conteúdo.

# 8.Seja interessante

Novamente, não tente copiar ninguém nem tente roubar ideias de pessoas que tiveram sucesso. Seja original. Seja você mesmo dentro do seu ptojeto e na criação do seu conteúdo. Diversos leitores irão afastar-se do seu blog por não serem compatíveis com a sua personalidade ou com a sua voz, mas muito irão sentir-se próximos a si.

Manter-se fiel a si mesmo irá trazer-lhe leitores fiéis que estarão ansiosos pela próxima postagem, onde conseguirão conhecer um pouco mais de si – e, talvez, deles mesmos.

Seja honesto

Pixabay

# 9.Seja honesto

No guia do iniciante para iniciar um blog queremos passar uma mensagem fundamental: seja honesto. Seja honesto consigo próprio e com os seus leitores, principalmente.

Não prometa algo que não pode cumprir. Não tente ser alguém que não é. Ser honesto irá mostrar uma parte confiável da sua personalidade, ao mesmo tempo que irá fazer com que o leitor volte ao seu blog.

 Se é novo no WordPress, confira um dos nossos artigos passo a passo abaixo:

# 10.Seja transparente

A partir do momento que escolhe ter um blog, automaticamente, está a expor-se para os seus visitantes. Isso é necessário, porque os seus leitores não querem, apenas, conteúdo que qualquer um pode escrever, mas sim conteúdo com que se identifiquem. Como tal, terá que contar um pouco da sua história, das suas experiências e permitir que estes se liguem a si por presenciarem situações idênticas.

Portanto, seja transparente. Não tenha medo de contar uma história infeliz da sua vida, desde que mostre como saiu da situação ou como tem saído da mesma. Esta é outra lição importante do guia do iniciante para iniciar um blog.

Quando temos uma visão clara de onde estamos indo, somos flexíveis em como chegamos lá.

Click to Tweet

# 11.Tenha visão

A visão de um blog está intimamente ligada à sua missão e aos seus valores.

A missão será o propósito do blog ou a causa que este pretende apoiar e, como tal, irá orientá-lo nas decisões que tomará durante a sua jornada. Os valores de um blog são os ideais do mesmo e vão guiá-lo a nível comportamental. São estes que lhe irão permitir tomar determinada atitude, consoante a situação em causa. Ambos os termos estão relacionados com a visão que é, basicamente, a situação a que um blog deve chegar num determinado espaço de tempo.

Os três termos juntos irão permitir alcançar o sucesso com o seu blog.

#12.Encontre a sua voz

A sua voz é a forma como se vai exprimir no blog e, de certa forma, tem que ser um espelho de si próprio. Esta é uma meta necessária, mas que muitos bloggers lutam meses ou anos até conseguirem alcançar.

De modo a encontrar a forma como se irá expressar, pense em como quer que o conheçam. Como quer que os seus leitores o descrevam? Responder a essa pergunta irá ajudá-lo a encontrar a sua voz.

#13.“Nós” é mais bonito que “eu”

Existem diversos bloggers que não integram o leitor, pois o “eu” é a palavra de ordem do seu projeto. No entanto, um blog não é um diário! Não é algo que apenas você irá ler e, como tal, não deverá ser o único a ser integrado no post.

Trate os seus leitores como a sua equipa. “Nós” deverá ser a palavra de ordem. Aproxime-se deles. Colocando esta técnica em prática, nós conseguiremos manter uma relação mais saudável com os nossos leitores.

Conclusão

Estes são, apenas, alguns dos passos que deve seguir com este guia do iniciante para iniciar um blog. Certamente, colocando todos os pontos em prática, conseguirá aumentar as suas hipóteses de sucesso.

E você? Tem alguma dica que queira acrescentar?

Gosta disso? Compartilhe com seus amigos!

Mar 28

Como escolher um domínio para o seu blog? Dicas e ferramentas úteis

By Ana Páscoa | Dicas Online

escolher um domínio

A ideia está pronta, o planeamento concluído e a motivação inicial está ao rubro. Chegou, finalmente, o momento de escolher o domínio para o seu projeto e dar o próximo passo em direção ao sucesso. No entanto, fica uma dúvida: como escolher o domínio para o seu blog?

Despender algum tempo na escolha do domínio é essencial, portanto, seguem-se algumas dicas para o guiar na direção certa.

O que é um nome de domínio?

Antes de saber como escolher o domínio adequado ao seu blog, torna-se essencial saber, ao certo, o que é um domínio. O domínio é o endereço atribuído a um determinado espaço na web, contendo o nome e a extensão do projeto. Este domínio veio facilitar o acesso aos websites, pois, desta forma, não temos que memorizar sequências de números.

Escolher o domínio mais acertado para cada projeto pode ser uma tarefa árdua, portanto seguem-se alguns aspetos que deve ter em conta quando escolher o seu nome de domínio.

7 dicas que mostram como escolher um domínio

Antes do início de qualquer projeto, fazer um brainstorming é essencial. Na escolha de domínio, o procedimento não é diferente. Comece por fazer uma lista com todas as possibilidades de domínio e as variações dos mesmos.

Ao fazê-lo, não pense no seu público nem nos motores de busca, pense apenas no seu projeto, no objetivo do mesmo e na voz que quer transmitir. Terminada a lista, leia as dicas abaixo e vá melhorando as suas hipóteses.

Caso necessite de auxílio na realização do brainstorming, pode usar algumas ferramentas que o irão ajudar a ter uma chuva de ideias relacionadas ao seu projeto

Alguns exemplos são :

6 geradores de nome de domínio grátis

1. Use uma extensão de domínio simples

As extensões são os sufixos que surgem depois do nome de domínio, ou seja, os .com ou .pt. Cada uma dessas extensões oferece informações sobre a sua empresa ou sobre a sua localização geográfica.

No entanto é importante relembrar que existe uma maior projeção dos endereços que terminam em .com. Essa extensão também é memorizada com maior facilidade por parte das pessoas.

2. Mantenha-o curto, memorável, simples e intuitivo

Assim como a extensão deve ser curta e memorável, o nome do domínio deve seguir o mesmo padrão. Evite ao máximo domínios longos e complexos ou que sejam difíceis de pronunciar, pois a dificuldade pode culminar na digitação errada. Mantenha-o fácil de digitar!

Uma dica valiosa de como escolher um domínio, agora que já tem uma lista com possibilidades, é pensar no público-alvo. Por exemplo, o seu público tem dificuldade em entender línguas estrangeiras? Em caso afirmativo, evite-as.

Lembre-se, ainda, que o domínio deve mostrar o foco do seu projeto. Quando a pessoa ouve o seu nome de domínio, deve associar ao nicho a que pertence.

 3. Evite o foco em SEO

Apesar de parecer contraditório com os princípios de SEO, deve evitar pensar nestas práticas enquanto escolhe o seu domínio. Manter o foco em SEO irá levá-lo a pensar, apenas, nos motores de pesquisa e no tráfego extra, o que pode ser prejudicial quando pensamos na vertente humana.

De modo a evitar SEO, identifique o público do seu blog e os objetivos do mesmo. Saiba para quem vai escrever e qual a finalidade e, com essas informações em mente, escolha um nome que mantenha os princípios descritos no ponto anterior: ser simples, curto e intuitivo.

Claro, se no final o seu nome de domínio for uma excelente palavra-chave, conseguirá ter o melhor da vertente humana e da vertente SEO.

 4. Mantenha a criatividade

Apesar de o nome de domínio ter de ser simples e intuitivo, a criatividade não deve ser excluída. Regra geral, nomes mais criativos são facilmente memorizados por parte das pessoas. Encontre um nome que seja criativo e que, realmente, jogue com a mente das pessoas. Dessa forma, garantidamente, será relembrado.

A criatividade irá, também, permitir destacar-se no meio da concorrência. Aposte neste ponto!

5. Verificar disponibilidade

Determinado o nome de domínio, deve verificar a disponibilidade do mesmo no site onde o vai adquirir. No Kitcriarblogs recomendamos o Namecheap. Caso o nome de domínio não se encontre disponível, deve voltar à sua lista e escolher outro que se adeque ao seu projeto.

 6. Escolha um site de registo de domínio confiável

Quando encontrar, finalmente, o domínio que descreve a sua marca, deve pensar em registá-lo, mas não registe no primeiro site que encontrar. Não registe, também, no mesmo site onde se encontra a hospedagem do seu blog. Ter estes dois registados em empresas diferentes irá garantir uma maior segurança para o seu projeto.

Escolha um site de confiança e que lhe ofereça o suporte que necessita para garantir a segurança do projeto. No Kitcriarblogs recomendamos o NameCheap, mais existem outras opções viáveis e que podem ser encontradas abaixo.

 7. Proteja e crie a sua marca

Com um domínio adquirido, só lhe resta proteger a sua marca caso deseje torná-la um projeto monetizado – e mesmo que essa não seja a sua finalidade. Dessa forma, mesmo que o projeto demore a crescer, está seguro e pertence-lhe apenas a si.

Muitas pessoas, ao iniciarem o seu projeto, esquecem-se de fazer o registo da marca e, quando pensam fazê-lo, já a marca está registada por outra pessoa. Evite estes problemas futuros com a sua marca e faça o registo da mesma.

Para obter mais informações sobre o registo da marca, consulte as regras de registo no seu país.

melhor extensão para o seu blog

Como escolher a melhor extensão para o seu blog?

A escolha da extensão para o seu blog irá depender do que, realmente, pretende para o mesmo. Pretende ser associado a determinada localização? Pretende ter uma extensão universal e relembrada por todos?

Na nossa opinião, a melhor extensão é a .com, pois é memorizada mais facilmente e tem um poder de projeção superior. Aliás, esta é uma das primeiras escolhas por parte de pessoas que registam o seu próprio domínio.

Registo de domínio VS registo de hospedagem: entenda a diferença!

O domínio e a hospedagem são dois fatores essenciais aquando o começo de um projeto digital. O domínio, como já explicado anteriormente, é o endereço que é digitado para chegar ao seu blog, enquanto que a hospedagem é o espaço que o seu blog ocupa na internet.

A hospedagem, basicamente, é um meio necessário para colocar o seu blog online. É nesta que se encontram os seus artigos, os ficheiros de imagens, o design da página e tudo o que é necessário para o seu leitor chegar ao espaço e ver o que vê.

Obviamente, existem hospedagens gratuitas que lhe irão permitir armazenar todo o conteúdo sem investimento, mas essas hospedagens são limitadas. Portanto, para obter a melhor experiência para o seu projeto digital, deve investir no alojamento.

Uma recomendação que queremos transmitir é o de nunca adquirir o domínio e a hospedagem na mesma empresa. 

Descubra os melhores locais para comprar o domínio e a hospedagem do seu blog.​​​​​

1. Onde fazer o registo do domínio?

Assim que eleger o seu nome de domínio e de verificar a sua disponibilidade, deve fazer o registo do mesmo e garantir que esse seja direcionado para o seu projeto. Na Kitcriarblogs recomendamos o uso do Namecheap que possui domínios a partir de $9.

No entanto, existem outras opções que já experimentámos e que consideramos viáveis, pois oferecem segurança e suporte. Entre as mesmas recomendamos, essencialmente, as seguintes:

Comprado o domínio, deve redirecioná-lo, através de DNS, para o serviço de hospedagem que irá suportar o seu blog.

Aqui estão mais alguns artigos para mantê-lo inspirado:

 2. Onde comprar o seu plano de hospedagem?

Pode encontrar mais informações sobre a compra da hospedagem  no artigo sobre o tema. No entanto, de forma resumida, a Kitcriarblogs recomenda hospedagem numa das seguintes empresas.

Para obter mais informações sobre este tema, leia o artigo sobre os serviços de hospedagem que aprovamos ou visite a nossa página de recursos.

Provedores de Hopedagem para WordPress

Empresas de hospedagem em Portugal

webhs.pt: Excelentes planos de hospedagem, excelente suporte ao cliente

Webtuga.pt: Bons planos de hospedagem, bom suporte ao cliente

Para mais informações: Melhores empresas de hospedagem em Portugal

Empresas de hospedagem no Brasil

Hostgator.com.br P​​​​rovedor de hospedagem do Brasil

Kinghost.com.br : Outro provedor de hospedagem do Brasil

Para mais informações: Melhores empresas de hospedagem em Portugal e Brasil

Empresas de hospedagem com suporte em Inglês

Siteground: suporte em inglês

Bluehost:suporte em inglês

Para mais informações: Melhores hospedagens com suporte em Inglês

Dos dois provedores mencionados, recomendo os dois. Para iniciantes, recomendo o Siteground.


De uma forma resumida, quando deseja iniciar o seu projeto, deve ter em mente que o investimento inicial necessário é em domínio e hospedagem, sendo que, dessa forma, consegue passar credibilidade e segurança aos seus leitores e seguidores.

Estes irão permitir-lhe, ainda, ser visto como um projeto profissional que, realmente, tem potencial para crescer. Isto porque os possíveis colaboradores irão pensar que se você investiu em domínio e hospedagem, provavelmente levará o seu projeto em frente.

Conclusão

Para concluir este artigo sobre como escolher um domínio, damos-lhe três dicas finais que podem fazer toda a diferença no sucesso do seu projeto: seja coerente, credível e conectado à sua marca. Desta forma, quando surgir novo material do seu projeto, as pessoas irão associá-lo a si e irão confiar no mesmo.

Tem outras ideias de como escolher um domínio que seja inesquecível e memorável? Conte-nos nos comentários.

Desfrutou deste post? Não se esqueça de compartilhar.