Set 26

11 top dicas para criar um blog de sucesso

By Ana Páscoa | Dicas Online

Blog de Sucesso

10 dicas para um blog de sucesso foi mencionado num artigo anterior Manual do blogger e hoje a saga continua. Alcançar o sucesso com um blog é algo bastante relativo, pois a definição de sucesso vai depender de cada pessoa.

O que para si é sucesso?

  •  ​​​​Liberdade geográfica?
  • Liberdade financeira?
  •  Ou será liberdade criativa?

Em qualquer uma das opções será necessário iniciar-se e colocar em prática algumas dicas que podem influenciar a existência de um projeto bem-sucedido. Planear essas dicas para um blog de sucesso pode ser, no entanto, uma tarefa árdua, portanto criámos este manual do blogger.

Lembre-se de uma frase dita por Albert Einstein:

E a realidade é que essa citação se adequa até aos dias de hoje, principalmente para os bloggers. Colocar estas dicas em prática e persistir é o caminho mais acertado e o mais rápido para quem quer atingir o sucesso.

10 dicas para um Blog de Sucesso

1. Escrita simples pode transmitir tópicos complexos

Como Albert Einstein dizia, “Se você não consegue explicar algo de modo simples é porque não entendeu bem”. Esta é uma citação que se adequa muito a bloggers pois estes criam conteúdo sobre diversos temas: uns mais complexos, outros mais simples.

Caso esteja com intenções de criar conteúdo sobre um tema complexo, certifique-se de entendê-lo. Leia muito sobre o mesmo, converse com pessoas que entendam do assunto, veja vídeos e, através do Youtube, por exemplo, algumas palestras.

Entender o tema sobre o qual vai falar irá permitir-lhe escrever sobre o mesmo de forma simples e, mais importante, com a sua própria voz.

Crie conteúdo SEO-friendly

Créditos. iCONFINDER

2. Crie conteúdo SEO-friendly

Conteúdo SEO-friendly é uma obrigatoriedade de qualquer criador de conteúdo. Isto deve-se ao facto de, nos dias de hoje, ter um conteúdo otimizado ajudar a receber novos visitantes no blog.

Para receber esses visitantes deve usar as técnicas de SEO – que são bastantes, mas muito simples de colocar em prática – e fazer uma análise constante para confirmar o sucesso das práticas.

Para fazer um conteúdo otimizado para SEO deve escolher uma palavra-chave com um elevado número de buscas e uma concorrência baixa e repetir esse termo, de forma natural, ao longo do conteúdo.

Por exemplo, repita a palavra-chave no título, sub-títulos, ao longo do próprio conteúdo quando fizer sentido e no URL.

Quanto ao número de vezes que essa palavra-chave deve surgir, não existe um consenso, portanto apenas a repita de forma natural e sem exageros. Lembre-se que deve escrever para os seus leitores e não para os motores de busca.

3. Aposte em imagens

Nos últimos tempos o conteúdo visual tem captado mais a atenção dos leitores do que o conteúdo escrito. Este dado é muitas vezes mencionado devido a publicações nas redes sociais, mas não é apenas nestas que o conteúdo visual faz sentido. Em um blog este tipo de conteúdo também pode fazer toda a diferença.

Por exemplo, imagine que tem um site onde, apenas em palavras, lhe pedem o seu e-mail em troca de um e-book.

Agora imagine que, a meio do artigo, encontra um banner com a capa do e-book e o conteúdo escrito. Em qual delas ofereceria o seu e-mail? Apostamos que na segunda.

Aliás, apostamos que já entregou o seu e-mail em troca de algo anteriormente e as imagens foram uma das formas de o convencer a tal. Estamos enganados?

Faça o mesmo com os seus leitores, use muitas imagens e aproveite para juntá-las a conteúdo mais complexo e atraente. Temos a certeza que as conversões do seu blog irão aumentar!

4. Preencha o campo alt-text das imagens

Como referimos anteriormente, SEO é essencial para aumentar o número de visitantes de um blog e existem diversas técnicas, todas elas simples e trabalhosas.

Uma das técnicas mais simples e que todos os bloggers ignoram por falta de conhecimento é o preenchimento do campo alt-text.

O campo alt-text ou de texto alternativo é um dos que é lido pelo Google durante as análises que este faz aos websites.

Esta leitura irá permitir que as suas imagens sejam indexadas pelo Google Imagens e, consequentemente, a sua possibilidade de ser encontrado por um possível leitor aumenta.

 Esquecer-se de preencher este campo é, basicamente, deixar de lado a oportunidade de ser encontrado nas imagens do Google.

 Quer mesmo perder essa oportunidade?

 Siga esta dica para um blog de sucesso e esteja em vantagem competitiva quando comparado com a maioria dos bloggers.

5. Responda aos comentários

Responder a comentários é algo que pode ocupar demasiado tempo, no entanto, também lhe irá permitir ter uma relação mais direta com os seus leitores.

Ao mesmo tempo existe a vantagem de os leitores se sentirem ouvidos, o que pode determinar o sucesso de um projeto.

Apesar de, com o avançar do projeto, ser complicado responder a todos os comentários, faça o que for possível.

 Coloque gostos nos comentários, responda aos que façam sentido ou escreva um artigo caso muitos dos leitores tenham as mesmas dúvidas.

Desta forma os leitores irão sentir que você se preocupa com a opinião deles e você conseguirá uma maior interação com todos, algo que lhe trará benefícios a longo prazo!

Créditos. iCONFINDER

6. Aposte em e-mail marketing

O uso das técnicas de e-mail marketing tem crescido nos últimos anos por ser uma forma mais direta e próxima de contactar os leitores.

Apesar do crescimento evidente, ainda são muitos os bloggers que não investem nesta forma de transmissão e, pior, que não praticam a captura de e-mail de forma estratégica num blog.​

Claro que temos de referir que este é um enorme erro.

Através da captura estratégica de e-mails, será possível aumentar a base de contactos e, consequentemente, o número de contactos diretos.

 Imagina o quão rentável seria para o seu blog se pudesse avisar diretamente os seus seguidores sempre que existisse o lançamento de um novo material?

Certamente conseguia alcançar um aumento nas visitas nos dias de lançamento.

"Normal" é o que a maioria faz, e é por isso que "diferente" é muito mais interessante.Simon Sinek

Click to Tweet

7. Invista em guest posts

Os guest posts são uma das técnicas de SEO que, se bem usados, podem oferecer resultados impressionantes ao seu blog. Isto porque além de ajudar no aumento do posicionamento do website, também ajudará a atrair leitores, caso o artigo publicado seja cativante e atraia os mesmos.


Conseguir estes guest posts é, portanto, o objetivo de qualquer blog. Encontre projetos que tenham uma voz próxima à sua ou que apresentem temas muito próximos àqueles que aborda e contacte-os com uma proposta de conteúdo, totalmente detalhada.


Preferencialmente mencione logo a palavra-chave que irá usar e quais as buscas e concorrência da mesma.

Deve lembrar-se que todos os blogs pretendem aumentar o posicionamento no Google e receber o contacto de alguém que está preocupado com isso para o nosso projeto pode ser uma forma de ser aceite como escritor convidado.

Ser blogger significa que terá que passar muito tempo a investir no networking e, como tal, fazer parte de diversas conversas, seja em grupos que se encontrem em redes sociais, em comentários de outros blogs ou pessoalmente em eventos.

Seja interessante e criativo mas, principalmente, exponha a sua voz em todas as conversas públicas – e não públicas – que tenha.

 Dessa forma, caso uma pessoa crie uma conexão com você, automaticamente irá ganhar um leitor fiel. Invista nesta estratégia e prepare-se para ver resultados surpreendentes.

Faça parte de conversas

Creditos icons: Iconfinder

8. Faça parte de conversas

Ser blogger significa que terá que passar muito tempo a investir no networking e, como tal, fazer parte de diversas conversas, seja em grupos que se encontrem em redes sociais, em comentários de outros blogs ou pessoalmente em eventos.

Seja interessante e criativo mas, principalmente, exponha a sua voz em todas as conversas públicas – e não públicas – que tenha.

Dessa forma, caso uma pessoa crie uma conexão com você, automaticamente irá ganhar um leitor fiel. Invista nesta estratégia e prepare-se para ver resultados surpreendentes.

9. Aproveite as redes sociais

Nos dias de hoje a grande maioria da população encontra-se nas redes sociais, portanto não aproveitar este meio de divulgação seria um desperdício.

No entanto, aproveitar as redes sociais não significa, apenas, fazer postagens com regularidade, muito pelo contrário!

Para que a estratégia com redes sociais seja bem aproveitada, será necessário expressar a sua voz através de cada conteúdo. Adapte, ainda, a sua voz e a forma de comunicação à rede social na qual deseja investir.

Se o fizer, a probabilidade de os seus seguidores criarem uma conexão consigo será maior. Esta é, sem dúvida, uma das melhores dicas para ter um blog de sucesso.

10. Não se deixe afetar por comentários negativos

Uma das dicas mais preciosas para um blog de sucesso é manter-se positivo perante os comentários negativos.

Enquanto blogger você vai expor a sua imagem e, muitas vezes, a sua vida. É certo que se diz que qualquer profissional na área cria uma personalidade diferente para os leitores de modo a não perder, de todo, a privacidade.

No entanto, mesmo modificando parte da pessoa que é, os comentários negativos vão chegar e atingir da mesma forma.

Deste modo só lhe resta aprender a lidar com os comentários negativos e tirar o melhor partido deles, melhorando tudo aquilo que considere pertinente.

11. Crie uma versão mobile-friendly     

Temos uma dica extra para si. Falando ainda em técnicas de SEO, criar uma versão mobile-friendly para o seu blog será uma excelente forma de agradar os motores de busca e os seus leitores.

A realidade é que, atualmente, a maioria dos usuários da internet usa o smartphone para aceder aos sites e manter-se atualizado.

As publicações do seu blog, muito provavelmente, serão lidas nesse dispositivo móvel. Caso o blog não esteja otimizado para os dispositivos, os leitores irão desistir e, como tal, perderá seguidores.

Melhore a experiência dos seus utilizadores e suba no posicionamento do Google.

Colocando estas dicas em práticas, verá resultados no seu projeto, principalmente a nível de aumento de visitas.

 A partir desse aumento de visitas conseguirá aumentar os seus rendimentos e, quem sabe, alcançar a liberdade financeira e geográfica.

Tem mais alguma dica que possa ser útil neste manual do blogger? Se sim conte-nos nos comentários ou envie-nos mensagem privada.

Não se esqueça, ainda, de compartilhar estas dicas para um blog de sucesso com os seus contactos.

Set 26

Imagens para Publicar no Seu Blog onde encontrar?

By Ana Páscoa | Dicas Online

Imagens para Publicar

Onde encontrar imagens para publicar no seu blog? Uma imagem vale mais do que mil palavras. Todos já ouvimos dizer isso e não é por acaso: é porque é mesmo verdade!

A caça por uma boa imagem para ilustrar o conteúdo escrito é uma das aventuras mais difíceis de um blogger ou webmaker.

Quantas vezes navegou por um blog e abriu um conteúdo, apenas, devido à imagem que ilustrava o mesmo?

Quantas vezes começou a seguir uma conta no Instagram ou no Tumblr apenas porque uma imagem lhe chamou a atenção?

Ou quantas vezes parou numa postagem do Facebook porque o conteúdo visual era interessante? Muitas, suponho.

Como escolher imagens para publicar no seu blog

A verdade é que o conteúdo visual, atualmente, é mais chamativo que o conteúdo escrito. Claro que um bom título a acompanhar uma boa imagem é a combinação perfeita!

Mas a questão central, neste momento, é o conteúdo visual. Onde pode encontrar esse conteúdo visual que vai fazer toda a diferença no seu blog? Será que pode ir procurar no Google Images?

Será que que existem sites? Fotos próprias serão a única solução?

Descubra tudo sobre onde encontrar imagens para o seu blog e comece a melhorar o conteúdo visual do mesmo.

 Seguem algumas dicas de como usar as imagens para potencializar o seu conteúdo e informações úteis sobre como encontrar as imagens maravilhosas.

Vamos parar de falar sobre o que fazemos e começar a falar sobre o que acreditamos. Simon Sinek

Click to Tweet

Porque deve usar imagens para produzir engajamento social?

Se parar para pensar, um bom conteúdo visual irá refletir todo o conteúdo escrito. Ou seja, o conteúdo visual deve estar ligado, de forma íntima, com o conteúdo escrito.

Dessa forma, o leitor irá sentir-se mais próximo ao conteúdo e, com certeza, sentirá necessidade de o partilhar com os seus contactos.

Além disso, atualmente, os conteúdos visuais são os mais partilhados nas redes sociais. Se conseguir usar um conteúdo visual que chame a atenção do seu leitor, certamente, conseguirá que esse seja partilhado e, consequentemente, o seu blog divulgado.

Esta é uma das técnicas mais usadas por parte de empreendedores online ou offline e, sem dúvida, uma que traz resultados positivos se bem implementada.

conteúdo visual da web

Créditos imagem: Pixabay

Quais as regras para uso de conteúdo visual da web?

Muitas pessoas, para criar conteúdo visual para um website, entram no Google Images, fazem a pesquisa, guardam a foto e fazem o carregamento para o próprio site.

Essas pessoas, inclusivamente, pensam que não existe qualquer problema em fazê-lo. Mas existe!

Vamos entender com um exemplo lógico: se copiar um texto na íntegra é plágio, punível por lei, usar uma imagem que pertence a terceiros não será algo idêntico?

Sim, é! As imagens e os textos estão protegidos pelos mesmos direitos de autor.

Portanto a má notícia é que encontrar conteúdo visual não é tão simples como fazer uma pesquisa no Google.

A boa notícia é que existem milhões de fotografias que podem ser usadas por si, pois estão livres para uso.

Tipos de licenças de protecção de imagens

  • Antes de descobrir, ao certo, onde encontrar imagens para seu blog, deve descobrir quais os tipos de licenças para proteger as suas próprias imagens. As licenças devem ser indicadas na tag ALT, que é associada às imagens, ou na legenda dessas mesmas imagens.
  • Seja qual for a escolha, as licenças mais comuns para uso são a “All Rights Reserved”, muito usada no mundo online, e a “Creative Commons By”, usada quando é necessário dar o crédito ao autor. Portanto procure pela licença de proteção de imagem e, caso essa informação não seja encontrada, não use a imagem sem contactar o autor.

Onde encontrar imagens para seu blog?

Agora que conhece as informações mais importantes sobre direitos de autor no conteúdo visual, pode conhecer a melhor forma de adquirir conteúdo visual de forma legal.

Esse conteúdo pode ser adquirido em sites próprios, conhecidos por bancos de imagens, através do contacto direto com os autores das imagens ou com a captura de fotos próprias.

Neste artigo vamos explorar a primeira opção, a dos bancos de imagens, tanto os gratuitos como os pagos. Claro que existem diferenças entre estes dois tipos de sites, como pode ser visto de seguida.

      Bancos de imagens gratuitos:
Possui uma grande variedade de imagens à escolha e de diversos temas, sendo que grande parte possui boa qualidade. As imagens para seu blog são facilmente baixadas e carregadas no website. A principal desvantagem é a grande possibilidade de fotos iguais a outros blogs.
 Bancos de imagens pagos: como existem menos pessoas com bancos de imagens pagos, existe maior probabilidade de ter conteúdo visual único! As imagens encontradas, regra geral, são diversificadas e de excelente qualidade, o que pode aumentar o engajamento.

Na opinião do Kit Criar Blogs, os bancos de imagens pagos são mais adequados a blogs profissionais e que, realmente, desejem um crescimento bem-sucedido. Isto deve-se, essencialmente, às imagens únicas e de qualidade.

Claro que se estiver a começar e não tiver forma de investir, pode continuar no banco de imagens gratuito e conseguir um excelente engajamento.


Quanto aos bancos de imagem, pode escolher um dos que se encontra abaixo. Qualquer um deles é uma boa escolha para começar.

Bancos de imagens gratuitos

Pixabay : um dos bancos de imagens mais conhecidos no mercado e que permite o uso de imagens gratuitas ilimitadas. Tem uma excelente seleção de imagens.

Stocksnap: um banco de imagens que recomendamos pela simplicidade no uso. Tem imagens de qualidade e uma seleção ampla.

Photopin: totalmente focado em bloggers, este é um dos melhores bancos de imagens para quem está a iniciar a sua atividade.

CreativeCommons: encontre diversas imagens para seu blog, sempre com a criatividade digna deste site.

iStock: encontre uma grande variedade de imagens com uma simplicidade típica deste website

Wikimedia: Tem um enorme banco de imagens. Lembre-se de olhar para os direitos da imagem que deseja.

Bancos de imagens pagos

Crestock: Uma ótima opção para fotos pagas é Crestock, que pode cair um pouco por ser mais caro, mas ainda custa relativamente menos do que os sites de imagens mais caros na rede.

Shutterstock: este é o banco de imagens mais conhecido na vertente paga e que apresenta imagens de qualidade e com uma grande variedade.

Photodune: com uma grande gama de imagens disponíveis, este é o banco de imagens ideal para si.

DepositPhotos: este é outro dos bancos de imagens mais conhecidos e, sem dúvida, dos mais usados por parte dos utilizadores que pagam.

Fotolia: este banco de imagens foi fundado em 2005 e está associado à Adobe, com uma enorme quantidade de imagens de qualidade.

Estes são alguns dos bancos de imagens mais conhecidos e que, certamente, irão dar-lhe os materiais necessários para atingir o sucesso.

Use-os, tanto na versão gratuita como na paga, e vá trocando entre os mesmos, de modo a ter imagens sempre diferentes para o seu blog.

Exclua o Google Images e o Photobucket da sua lista, pois estes irão contra as regras mencionadas acima. Os bancos de imagens, mesmo gratuitos, serão o suficiente para iniciar o seu projeto digital.

Dicas práticas para adicionar imagens ao seu blog

Existem algumas práticas que devem ser tidas em conta quando adiciona imagens ao seu blog.

Estas práticas servem para questões de SEO, de modo a que o Google entenda as imagens, mas também para o seu leitor, de modo a que o mesmo tenha a melhor visualização possível.

Descubra quais as dicas que temos para lhe oferecer e comente abaixo qual o seu método para adicionar imagens ao blog.

 Renomear as imagens antes de fazer o upload: 

Um dos maiores erros da maioria dos bloggers é enviar a imagem para o wordpress com o mesmo nome que tinha no computador.

Por exemplo, se a imagem no computador tiver o nome “img1234”, no wordpress essa será nomeada como “img1234”, algo que será muito negativo aos olhos do Google.

Tente, sempre que possível, enviar a imagem com o nome do artigo ou, pelo menos, com a palavra-chave.

 Redimensionar as imagens:

Lembre-se de redimensionar as imagens antes de as enviar para o WordPress, pois imagens grandes, embora sejam redimensionadas automaticamente ou manualmente dentro do site, irão pesar no mesmo e, consequentemente, ocupar espaço.

Mesmo que a imagem seja redimensionada dentro do site, o ficheiro original ficará guardado a ocupar espaço dentro da hospedagem. Este problema pode diminuir a velocidade de carregamento do seu blog.

 Use a tag ALT: 

Este passo é essencial se quiser ser encontrado pelos motores de busca. A tag ALT, ou texto alternativo, é o texto que será lido pelo motor de busca e que irá permitir o seu aparecimento nas pesquisas de imagens, como é o caso do Google Images.

Este texto não será lido pelos seus leitores! Para adicionar, basta preencher o campo relacionado com a imagem em questão, com a palavra-chave ou frase pretendida, e guardar. Melhore o SEO do seu site com esta dica tão simples.

Otimize as imagens:

As imagens são um dos campos mais esquecidos durante a otimização de um website. Para otimizar as imagens (em questões de espaço ocupado, principalmente), deve usar um plugin adequado. Dois exemplos que aprovamos no Kit Criar Blogs são o ShortPixel e o EWWW Image Optimizer.

TinyPNG: é um serviço online gratuito para compressão inteligente de arquivos PNG e JPEG, confiável por milhares de empresas em todo o mundo!

Usando estas dicas, certamente conseguirá sentir melhorias no seu blog, tanto a nível de SEO, como de velocidade, desempenho e experiência de usuário.

Três regras de ouro na hora de escolher imagens para o seu blog.
  1. A primeira é escolher imagens que tenham alta qualidade, pois fará a diferença na experiência dos seus leitores.
  2. A segunda está relacionada com a relevância das suas imagens com o conteúdo escrito, pois se essa relação fizer sentido para o leitor, provavelmente ele irá partilhar.
  3. A terceira, e última, é que todas as imagens devem ser utilizadas legalmente!
Conclusão

Esperamos que este artigo o tenha guiado pelo mundo do conteúdo visual e que, de certa forma, tenha respondido a algumas das suas questões. Caso tenham ficado dúvidas ou queira partilhar a sua experiência pessoal, comente abaixo.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Set 26

Como escolher a melhor hospedagem WordPress?

By Ana Páscoa | Criar blogs WordPress

melhor hospedagem wordpress

Escolher a  melhor hospedagem WordPress é uma das decisões mais importantes que irá tomar ao criar o seu novo blog. Muitas vezes isto é esquecido.

Os projetos digitais, de modo a crescerem de forma saudável, devem possuir um domínio e hospedagem pagos. A escolha do domínio é um dos passos mais importantes, mas a hospedagem também tem a sua importância, pois é esta que lhe dará o sustento necessário ao crescimento.

No entanto, com a quantidade de ofertas que existem no mercado, torna-se difícil escolher a melhor hospedagem WordPress para o seu blog. De modo a facilitar a sua escolha, indicamos algumas das empresas com as quais tivemos o prazer de colaborar, assim como a nossa opinião sobre as mesmas.

Encontre, ainda, informações sobre o que são os provedores de hospedagem, quais os requisitos necessários para instalar o WordPress nesses provedores, quais os tipos de hospedagem existentes no mercado e quais os fatores a ter em conta quando escolher a hospedagem para o seu blog. No final, terá tudo o que necessita para tomar uma escolha acertada!

O que é um provedor de hospedagem?

Antes de iniciar a escolha pelo melhor provedor de hospedagem WordPress, deve saber, ao certo, o que são provedores de hospedagem. Imagine que está a navegar na internet, digita um endereço na barra de busca e entra no site pretendido. Para aceder ao website, o mesmo deve ter um provedor de hospedagem, pois esse é o responsável pelo site estar online.

O provedor de hospedagem irá guardar todas as definições e conteúdos que permitem o seu website estar online. Como tal, este provedor deve ser seguro e evitar possíveis ameaças externas, pois só dessa forma conseguirá manter a credibilidade dentro do mundo online.

Nos dias atuais, a maioria dos provedores de hospedagem possuem as condições necessárias para instalar o WordPress e trabalhar com o mesmo, sendo esta uma escolha de muitos.

Quais requisitos hospedagem para WordPress?

Quais os requisitos de hospedagem para WordPress?

Para que seja possível usar o WordPress no seu provedor de hospedagem, existem alguns pré-requisitos necessários. Ao escolher a empresa com que irá trabalhar, certifique-se que terá acesso a estes requisitos básicos:

 Servidor baseado em UNIX/Linux

 PHP versão 5.2.4 ou superior

 Apache ou Nginx

 Módulo mod_rewrite do Apache ativo

Atualmente, o WordPress é um dos sistemas de gerenciamento de conteúdo mais populares e, portanto, a maioria dos provedores de hospedagem possuem compatibilidade com o mesmo.

Como escolher a melhor hospedagem WordPress

Agora que sabe, ao certo, o que é a hospedagem e quais os requisitos necessários para instalar o WordPress na mesma, podemos passar aos fatores que permitem fazer uma boa escolha de servidor. Antes de mais, é importante escolher entre os diferentes tipos de hospedagem: a hospedagem compartilhada, a virtual de servidor privado e a dedicada.

  Hospedagem Compartilhada: esta hospedagem é compartilhada entre diversos clientes ao mesmo tempo. Esta é uma das mais utilizadas, pois tem uma relação custo-benefício boa, quando comparada a outras. Um dos benefícios principais é a simplicidade de uso. Normalmente estas já vêm com a pré-instalação do WordPress.

  Hospedagem Virtual de Servidor Privado: conhecido como VPS, esta é a hospedagem ideal para quem tem uma grande quantidade de sites ou para quem obteve um crescimento do seu blog e necessita de uma customização total. Este sistema é mais complexo a nível operacional.

  Hospedagem Dedicada: esta é ideal para empresas grandes, pois oferece controlo total. Requer um conhecimento mais aprofundado do que a hospedagem compartilhada.

Todas as hospedagens são adequadas para si, no entanto, a mais adequada para o seu blog e, acima de tudo, para quem tem poucos ou nenhuns conhecimentos em criação de sites é a hospedagem compartilhada. Esta hospedagem compartilhada é a mais comum e a que lhe oferece todas as facilidades de uso.

Fatores importantes ao escolher a melhor hospedagem WordPress

Sabendo qual a hospedagem escolhida e quais os requisitos mínimos para a instalação do WordPress, resta saber quais os fatores a ter em conta. No Kit Criar Blogs, temos alguns fatores importantes durante a escolha do serviço de hospedagem. Entre eles destacam-se:

  1. Preços: atualmente os preços são muitos variáveis, pois a concorrência no mercado é grande.
  2. Especificações técnicas: as especificações técnicas são essenciais, principalmente para saber se o servidor de hospedagem suporta o wordpress.
  3. Velocidade e desempenho: muitas vezes a hospedagem escolhida possui um desempenho lento para as condições do seu blog; estude, ao certo, qual será o resultado no seu projeto.
  4. Suporte Técnico/atendimento ao cliente: seja qual for a hospedagem escolhida, existe a possibilidade de ocorrerem imprevistos. Como tal, torna-se essencial um suporte técnico que esteja presente e que resolva os problemas o mais rapidamente possível. Ninguém quer o blog offline.
  5. Avaliações de clientes/reputação da empresa: antes de escolher a hospedagem WordPress, estude as avaliações dos clientes da empresa. Ninguém conhece melhor os serviços da empresa do que os próprios clientes.
  6. Backups do site: a possibilidade de backup do site é essencial para que não perca qualquer informação do seu blog.
  7. Localização: a localização geográfica pode ser útil, pois irá permitir uma comunicação facilitada.
  8. Segurança: a segurança do seu blog é o ponto mais importante. É essencial que o serviço de hospedagem lhe ofereça a segurança necessária para manter o blog online e sem complicações.

Todos os fatores acima podem fazer uma grande diferença na sua experiência com o serviço de hospedagem. No Kit Criar Blogs experimentámos diversos serviços e recomendamos os melhores abaixo.

 melhores hospedagens WordPress

Opinião do Kit Criar Blogs: melhores hospedagens WordPress

Ao longo do tempo de crescimento do Kit Criar Blogs, experimentámos diversos serviços de hospedagem e, neste artigo, vamos comentar a melhor hospedagem WordPress de acordo com diversos fatores.

Melhor hospedagem WordPress em Portugal

WebHS

Recomendamos a WebHS como serviço de hospedagem, pois este possui um excelente suporte ao cliente, em português, e preços acessíveis. A relação custo-benefício é bastante satisfatória e a atenção para com os clientes faz toda a diferença.

PTServidor

Este serviço de hospedagem é um dos recomendados pelo WordPress. Possui um excelente suporte ao cliente, em português, e os requisitos necessários para uma experiência de sucesso.

Webtuga 

Com um excelente suporte ao cliente, certamente, nunca lhe faltará apoio para o seu projeto digital. A nível técnico, possui tudo o que necessita para o crescimento bem-sucedido do seu blog.

Melhor hospedagem WordPress no Brasil

Hostgator 

A Hostgator é um dos serviços de hospedagem mais conhecidos na região. Este possui críticas positivas e oferece os requisitos necessários para a instalação do WordPress.

KingHost 

Outro serviço conhecido na região e que possui críticas positivas. Esta é uma das melhores opções em questões de apoio para o seu blog.

HostDime

O HostDime é uma opção excelente para o seu projeto digital e uma forma de manter o suporte técnico para qualquer eventualidade futura. Esta é uma das melhores escolhas se pensar na relação custo-benefício.

Melhor hospedagem WordPress internacional

SiteGround

O SiteGround é um dos mais conhecidos a nível global e que possui um suporte cinco estrelas, no entanto, apenas em inglês. Este oferece os requisitos necessários à instalação do WordPress, mas também para manter a experiência do usuário satisfatória.

Bluehost 

Bluehost é outra possibilidade no ramo que oferece diversas vantagens. O suporte técnico é em inglês, o que pode ser uma desvantagem para muitos, mas os serviços oferecidos são de qualidade e irão ajudar no crescimento do seu blog.

InMotion 

A InMotion é uma empresa de serviços de hospedagem muito conhecida por ser recomendada pelo WordPress.org. Esta possui serviços satisfatórios e o suporte necessário para que o seu blog esteja sempre online. No entanto, os preços são um pouco mais elevados. O suporte é realizado, apenas, em inglês.

DreamHost

A DreamHost possui um suporte técnico e um atendimento ao cliente de qualidade, sempre em inglês. Pode esperar, ainda, serviços que irão potenciar o crescimento do seu blog, algo que, certamente, é o seu objetivo final.

Escolher a melhor hospedagem WordPress pode ser um momento de dificuldade, pois a decisão errada pode limitar o crescimento do seu blog. No entanto, na lista que se encontra acima, tem apenas os melhores serviços de hospedagem. Estude as características que mencionámos no ponto anterior e faça a comparação do que será mais vantajoso para o seu caso em particular.

Existem, ainda, ferramentas que lhe permitem avaliar o estado da hospedagem do seu blog. Nomeadamente:

Conclusão

Resumindo, a hospedagem para o seu blog é essencial, pois é esta que irá dar “o lar” que o seu projeto necessita para se manter online. É nesta que toda a informação ficará guardada e, consequentemente, será mostrada ao seu leitor.

Portanto, escolher a melhor hospedagem WordPress é uma tarefa complicada, mas totalmente necessária e que deve ser realizada com tempo. Usar os fatores descritos acima para escolher a sua hospedagem é essencial e, caso necessário, faça questões ao suporte técnico sobre a mesma.

Lembre-se que todo o tempo perdido na escolha do serviço irá compensar no futuro, quando o seu projeto digital começar a crescer: essa é a maior dica que o Kit Criar Blogs lhe pode dar!

Gostou do artigo? Não se esqueça de compartilhar!

Set 26

Como criar um blog WordPress – passo a passo

By Ana Páscoa | Criar blogs WordPress

Como criar um blog wordpress

Criar um blog. A decisão de novo ano está tomada. Ótima ideia! Mas será o momento certo para criar o seu próprio blog? Um blog não é apenas um hobby, mas também uma responsabilidade e exige um conjunto de passos com que tem de se preocupar quando está a começar. 

Este artigo vai tornar essa tarefa muito mais fácil, pode ter a certeza, para principiar o seu blog.

Durante anos, era algo dispendioso e, podemos dizer, considerado uma tarefa apenas para entendedores do assunto. No entanto, graças ao WordPress, já é possível criar um blog de forma simples e acessível a todos os utilizadores da internet. 

Aviso: alguns artigos podem conter links de afiliados para produtos recomendados de acordo com a experiência de uso. Apenas recomendamos o que gostamos! A compra de produtos ou serviços pelos links de afiliados não ficará mais cara.

O que é um blog, afinal?

Um blog é um local online onde são realizadas atualizações rápidas com artigos ou postagens de todos os tipos. Estas postagens são organizadas de forma cronológica inversa e têm como foco o tema central do blog.

A definição de blogs não é o primeiro nem o último ato da tentativa atual de entender os detalhes da erupção online. Com desculpas a Jeff Jarvis, a única outra opção é a ignorância. Se os blogs abrangerem tudo online - se eles forem realmente indefinidos -, eles não farão muita coisa. Recolher o DNA dos blogs, em contraste, é o primeiro passo para explorar a sua essência. Michael Conniff
Existem diversas razões para se criar um blog. Entre elas tem:

 Ganhar visibilidade: pode aumentar a visibilidade da sua empresa ou da sua atividade enquanto freelancer, permitindo-lhe ser encontrado pelos motores de busca como o Google.

 Partilha com seguidores: pode, ainda, iniciar um blog apenas pelo prazer de partilhar as suas experiências, pensamentos ou opiniões.

Ganhar de dinheiro com o blog: pode ganhar dinheiro através de parcerias com marcas, programas de afiliados, promoção de produtos, entre outros. A criatividade é o limite!

Nos dias atuais, ser blogger é uma profissão muito desejada e simples, mas que exige imenso trabalho, como pode descobrir com a experiência na prática. Para começar, descubra como criar um blog numa das plataformas mais simples, o WordPress.

Devo ou não usar WordPress

Devo ou não usar o WordPress? 8 razões pelas quais amamos a plataforma!

O WordPress é uma das plataformas mais conhecidas atualmente e que tem ganho a sua notoriedade no mercado. Usar ou não esta plataforma é uma decisão sua, mas no Kit Criar Blogs esta é a nossa opção.

As razões são várias, mas as mais importantes encontram-se de seguida.
  1. 100% grátis: esta é uma plataforma que tem a sua versão gratuita, que só por si é bastante útil, e uma versão paga, que é muito mais aprofundada, mas simples de usar.
  2. Fácil uso: o WordPress tem o seu uso facilitado. Esta plataforma permite-lhe ter um blog profissional, com uma apresentação surpreendente, sem que para isso necessite programar.
  3. É versátil: com grande facilidade, pode mudar a apresentação do seu blog ou quaisquer pormenores que façam sentido para si.
  4. Informação abundante: sendo o WordPress tão conhecido, a informação desta plataforma é abundante e, mais importante, gratuita. Existem, inclusivamente, inúmeros grupos sobre o tema.
  5. Fácil para otimizações SEO: existem plugins gratuitos que melhoram o SEO do seu site e lhe permitem ser encontrado pelo Google com mais facilidade.
  6. Google ama o WordPress: esta é uma verdade! Portanto, se o Google ama o WordPress, existe maior probabilidade de o seu blog subir no posicionamento.
  7. Oferece segurança: o WordPress é uma plataforma que oferece segurança ao seu blog. Existem, ainda, diversos plugins gratuitos que ajudarão na mesma questão.
  8. Acesso a plugins e temas: com o WordPress, terá acesso a diversos plugins e temas. Grande parte dos problemas encontrados no WordPress são facilmente solucionados com plugins.

Usar, ou não, esta plataforma é uma decisão só sua. No entanto, recomendamos o seu uso pela facilidade e agilidade na criação do blog e na atualização e modificação facilitada do mesmo. 

A parte mais difícil é começar. Assim que tirarmos isso do caminho, acharemos o resto da jornada muito mais fácil. Simon Sinek


Click to Tweet

WordPress.com vs WordPress.org: qual é a diferença?

O WordPress é uma plataforma que possui duas vertentes: uma vertente paga e uma vertente gratuita. Existem diferenças entre ambas, o que leva às vantagens e desvantagens de ambas as plataformas.

WordPress.com

Benefícios

O principal benefício da versão gratuita é o facto de não ter quaisquer custos monetários por parte do utilizador. Esta versão permite, ainda, uma publicação simples de conteúdo e uma manipulação de acordo com os temas oferecidos.

Uma excelente escolha para começar.

Contras

A versão gratuita, no entanto, encontra-se mais limitada, o que pode levar a blogs muito idênticos na blogosfera e limitação a nível de análise de métricas e de otimizações SEO. Se tiver hipótese, evite isto.

WordPress.org

O WordPress.org é a versão paga da plataforma, sendo que esta costuma ser uma excelente escolha para projetos que pretendem crescer.

Benefícios

O WordPress.org oferece uma imensidão de recursos que lhe irão permitir ter um blog mais criativo e único. Pode contar com plugins gratuitos, liberdade na monetização e na análise de métricas, melhoria a nível de SEO, possibilidade de criação de ecommerce e sites de membros, entre outros.

Esta versão também lhe irá permitir crescer sem limitação.

Contras

A plataforma, ao contrário da anterior, tem a desvantagem das despesas regulares associadas à hospedagem e ao domínio.

Na Kit Criar Blogs recomendamos o uso do WordPress.org, pois esta versão dará um aspeto mais profissional ao seu projeto, ao mesmo tempo que lhe tira as limitações associadas à hospedagem gratuita.

Como criar um blog em WordPress

Créditos de :iconfinder.

Como criar um blog em WordPress: guia passo a passo para iniciantes

Finalmente, depois de obter o conhecimento necessário sobre estas duas vertentes do WordPress, chegou o momento de começar. A questão que fica é como criar um blog em WordPress? Siga estes passos simples.

 Decidir o tema/assunto do seu blog

O primeiro passo de como criar um blog é o planeamento. Se o blog será criado para uma empresa, saber o tema ou assunto a falar é simples. No entanto, caso esteja a começar, esta fase é a mais importante.

No seu blog terá liberdade para falar de tudo, no entanto, caso deseje criar uma base de seguidores e, realmente, monetizar o projeto, deve ter um tema central no qual manterá o foco. Descobrir esse tema central irá permitir-lhe tomar decisões sobre o seu blog durante o momento de construção.

  Escolha um nome de domínio e registe-o

O passo seguinte é escolher o nome de domínio que carateriza o seu projeto. Faça um brainstorming completo e escolha o que melhor descreve o mesmo. Faça, ainda, uma pesquisa no Google para se certificar que o nome não se encontra associado a projetos ou marcas negativas. De seguida, faça o registo do seu domínio numa empresa.

No Kit Criar Blogs recomendamos o Namecheap. Caso tenha possibilidade, escolha um domínio .com.

 Escolha a hospedagem adequada

A escolha da hospedagem vai depender do crescimento do seu blog e do que necessita no mesmo. Este será o espaço que irá acolher o seu blog e, como tal, deve pensar nele como uma casa e descobrir tudo o que o mesmo vai necessitar para chegar ao sucesso. No Kit Criar Blogs recomendamos o Webhs e o Hostgator. Ambos oferecem um excelente suporte e segurança, algo essencial para qualquer blogger.

  Criar o blog no WordPress

Como criar um blog sem complicações? Use os serviços de hospedagem mencionados acima e configure o seu blog de forma simples, com uma instalação passo-a-passo. Clique nos botões referidos na plataforma e instale o wordpress no seu blog, sem necessitar de códigos ou outras configurações mais avançadas.

  Personalize a aparência do seu blog

Terminada a instalação, deve personalizar o seu blog. Para tal, pode entrar nos temas e instalar os que mais gostar, experimentar no seu blog e escolher o mais adequado. Escolhido o tema, pode personalizar menus, cores, entre outras configurações que tornarão o seu blog único! Para tal, entre em “Apresentação”, no menu, e em “Temas”.

Com o avançar do tempo, aconselhamo-lo a investir num tema pago, de modo a tornar o blog mais exclusivo. Para tal, pode escolher um tema do Thrive Themes, uma equipa de desenvolvedores WordPress muito conhecidos no mundo digital.

Escreva o seu primeiro artigo

Agora que aprendeu como criar um blog e colocou os seus conhecimentos em prática, falta-lhe escrever o seu primeiro artigo, publicá-lo e divulgá-lo. A partir desse momento, pode considerar-se um blogger! Prepare-se para o trabalho duro e para crescer cada vez mais.

Neste momento pode começar a trabalhar no crescimento do seu projeto. Caso ainda tenha dúvidas sobre se deve iniciar a criação de um blog, fique com as razões pelas quais acreditamos que sim:

  • Blogar é simples! – Não fácil, mas simples.

  • Irá ajudá-lo a crescer em diversos aspetos e a tornar-se uma pessoa melhor

  • Irá permitir-lhe inspirar outras pessoas

  • Irá permitir-lhe fazer novos amigos

  • Se crescer o suficiente e for corretamente monetizado, pode oferecer-lhe um trabalho a full-time com uma remuneração adequada

Conclusão

Ainda ficaram dúvidas sobre como criar um blog na plataforma WordPress? Tem dúvidas sobre as diferenças entre WordPress.com ou WordPress.org? Deixe o seu comentário abaixo com as suas questões e nós responderemos com brevidade.

Desfrutou deste post? Não se esqueça de compartilhar.